Marko vai reter Félix da Costa para 2014. Com que objetivo?

Apesar das manifestações de desagrado sobre António Félix da Costa, quando este foi preterido pelo russo Daniil Kvyat no lugar deixado vago por Daniel Ricciardo na Toro Rosso, Helmut Marko afirma têm planos para ele para a temporada de 2014. Em declarações à Autosport britânica, o homem por trás da Red Bull Junior Team afirma que não o vai dispensar no final desta temporada.

Ainda não terminou, está em aberto. Estamos trabalhando em uma programação para ele [em 2014]. Explicamos a situação [da escolha por Kvyat] para ele, que obviamente, não ficou feliz. Mas ele sabe que o desempenho foi fundamental em nossa escolha. No momento da decisão, Kvyat era, em nossa opinião, a opção correta”, afirmou.
Estamos vendo onde podemos incluí-lo, tentando não atrapalhar o calendário dele na próxima temporada. Mas o queremos conosco, trabalhando no simulador, realizando testes e nos representando em exibições”, concluiu. Já agora, o piloto português será o terceiro piloto da marca no fim de semana de Abu Dhabi.
O mais estranho no meio disto tudo é que Marko conta com ele para continuar a competir pelas cores da Red Bull, apesar de ser preterido por um russo de 19 anos e de ter chamado de “velho”. Normalmente, nove em dez pilotos são despedidos sem apelo nem agravo, com muitos poucas excepções. Sei que Sebastien Buemi é uma dessas excepções, mas ele alterna os trabalhos de terceiro piloto com o seu contrato na Toyota, no Mundial de Endurance.

Enfim, apesar de tudo, Félix da Costa agradece a oportunidade: “Meu futuro está em boas mãos. Estou decepcionado por não ter sido escolhido [na Toro Rosso], mas tenho que agradecer a Helmut e à Red Bull. Eles me ajudaram a ganhar destaque [no mundo do automobilismo], e se você me perguntasse há dois anos se eu estaria tão próximo de estar na Formula 1, eu não acreditaria”, afirmou.

Na noticia do Autosport, o editor Glenn Freeman dá uma pista do que deverá ser o futuro do piloto português: a alemã DTM. Descartada a hipótese da GP2, e uma terceira temporada – segunda completa – na World Series by Renault como a não ser uma prioridade, apesar de ter trabalhado bem com a Carlin nos recentes testes em Barcelona, o campeonato alemão de Turismos é uma forte hipótese, especialmente quando esta está a passar por uma forte expansão internacional, para os Estados Unidos e o Japão.
Contudo, a minha forte suspeita é que Helmut Marko quer um “ás na manga”, no sentido de pressionar todos os pilotos que estão na Formula 1: Daniel Ricciardo e Jean-Eric Vergne. E de uma certa forma, o russo Daniil Kvyat, apesar da almofada de 15 milhões que o deverá proteger na Toro Rosso. É costume Helmut Marko “descartar” pilotos a meio da temporada, se estes não deslumbrarem na Formula 1. E por exemplo, no caso de Vergne, este já têm duas temporadas completas e o máximo que conseguiu foi um sexto lugar.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s