Rumor do Dia: Perez sai da McLaren, Magnussen é candidato

Os rumores já eram fortes desde há alguns dias, e voltaram a insistir neste domingo, mas hoje, o jornalista britânico Joe Saward afirma que a McLaren vai dispensar – ou acabou de dispensar – o mexicano Sergio Perez e poderá contratar o dinamarquês Kevin Magnussen para a temporada de 2014. Segundo diz o jornalista, apesar da McLaren ter tido uma má temporada – arrisca a ser a primeira desde 1980 em que não irão sequer a um pódio! – o piloto mexicano desiludiu profundamente Martin Withmarsh, que apenas colecionou 35 pontos, contra os 60 de Jenson Button.
Era sabido que a situação de Perez era periclitante, ainda mais quando também se falava que havia também problemas em relação à sua postura pessoal dentro da equipa e da fábrica. Para além disso, a equipa estava a prestar atenção aos resultados desportivos do filho de Jan Magnussen, onde na World Series by Renault, venceu o campeonato por antecipação, com a concorrencia de outros dois bons pilotos, o belga Stoffel Vandoorne e o português António Félix da Costa, apoiado pela Red Bull.
Aparentemente, nem o suporte financeiro de Perez – a Claro – o irá manter na equipa de Woking, pois já deve estar a receber o dinheiro e o “know-how” japonês, já que a equipa está em estado de transição para receber os motores Honda na temporada de 2015. Caso Magnussen Jr. seja confirmado, será pela primeira vez desde 2007 que a McLaren irá receber um estreante na sua equipa. Na altura, o escolhido foi o britânico Lewis Hamilton.
Para Perez, a continuidade na Formula 1 poderá passar por um regresso à Sauber, onde esteve em 2011 e 2012, especialmente nesta última temporada, onde conseguiu três pódios e algumas boas performances, que lhe atrairam a atenção da equipa de Woking. Contudo, o dinheiro russo e a possibilidade da equipa contratar o jovem russo Serguei Sirotkin poderá fazer com que outro mexicano, Esteban Gutierrez, fique de fora da competição. Mas também existem outras boas hipóteses, como a Force India.
Quanto a Kevin Magnussen: nascido a 5 de outubro de 1992, em Roskilde, na Dinamarca, e é filho de Jan Magnussen, piloto do qual se esperavam grandes feitos a meio da década de 90 – e que estreou na Formula 1 no GP do Pacifico de 1995 pela… McLaren – mas passou ao lado de uma grande carreira, depois de uma passagem pela Stewart, em 1997-98, conseguindo apenas um ponto.
Kevin começou a sua carreira no karting, e em 2008 passou para os monolugares, correndo na Formula Ford dinamarquesa, acabando como campeão. Para além disso, fez seis corridas pela Formula ADAC Masters, na Alemanha. Em 2009, foi para a Formula Renault NEC, onde ao serviço da Motorpark Academy, foi segundo classificado, batido apenas por António Félix da Costa. No ano a seguir, ainda pela Motorpark, rumou para a Formula 3 alemã, terminando no terceiro lugar, com três vitórias e oito pódios, sendo também coroado como o “Rookie do Ano”.
Em 2011, passa para a Formula 3 britânica, onde ao serviço da Carlin, termina o ano como vice-campeão, vencendo sete corridas e conseguindo nove pódios. No GP de Macau, não conseguiu mais do que o 14º posto. No ano seguinte, continua na Carlin mas passa para a World Series by Renault, onde vence uma corrida e termina no sétimo posto do campeonato, antes de em 2013 se transferir para a DAMS e domina a competição, com cinco vitórias e treze pódios. 
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s