A carta de despedida de Sergio Perez à McLaren

Depois da McLaren ter dito “oficiosamente” nesta segunda-feira que não conta mais com os serviços de Sergio Perez – que irá ser substituido pelo dinamarquês Kevin Magnussen – o piloto mexicano está a fazer as suas despedidas da equipa. Depois de ter criticado ontem a postura da equipa numa apresentação, decidiu hoje colocar no seu site e na sua conta de Twitter uma carta de despedida aos fãs.
Datada de ontem, e escrita em Guadalajara, afirma o seguinte:
Antes de nada, quero agradecer à McLaren por me ter dado a oportunidade de estar convosco nesta temporada. Foi uma honra ter estado numa das equipas mais competitivas neste desporto e em momento algum estou arrependido por ter estado nesta equipa. Sempre dei o melhor de mim, e apesar disso, não consegui alcançar as metas a que me propus.

Estou comprometido em dar o meu melhor nas duas últimas corridas da temporada, especialmente em Austin. Espero ver ali todos os meus fãs reunidos e sentir as suas energias, para poder-lhes mostrar o meu melhor. Gostaria de dizer aos meus fãs, quer do meu país, quer do resto do mundo, que lhes estou eternamente agradecido. Nunca se esqueceram de me apoiar, sobretudo nos momentos mais dificeis. Honestamente, agradeço-lhes imenso pelo seu apoio.

Conheci muita gente nova na Mclaren e fiz boas amizades. Desde a cúpula, até ao departamento de marketing, contabilidade, engenharia, para além dos mecânicos, cozinheiros e demais elementos da equipa. Basicamente, toda a gente. Estou eternamente agradecido, pois foi um ano de aprendizagem para mim.

Desejo o melhor para o futuro. Sempre serei um fã da McLaren. Entretanto, irei procurar um futuro melhor numa equipa que me dê condições de lutar pela vitória.

Graças à McLaren, e todos os seus associados nesta temporada, podem estar seguros que nunca me darei por vencido.
Agora, é altura de Perez procurar por um lugar para 2014. O regresso à Sauber é uma forte hipótese, mas poderá ter a concorrência de Felipe Nasr e Vitaly Petrov, dado que outro russo, Serguei Sirotkin, é uma hipótese cada vez mais descartada, devido à falta de financiamento dos patrocinadores russos. Outra hipótese é a Force India, mas poderá ter a concorrência de outros pilotos, como Max Chilton, James Calado, entre outros.  
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s