Mais detalhes sobre o acidente que matou Paul Walker

Menos de 24 horas depois do acidente mortal de Paul Walker, o ator de “The Fast and The Furious”, en Santa Clarita, surgem pormenores sobre o acidente em si e o veículo envolvido, o Porsche Carrera GT vermelho. É sabido que Walker era o passageiro, mas o condutor foi identificado como sendo Roger Rodas, de 38 anos, um conselheiro financeiro, um dos donos da Always Envolving, a loja de tuning que também pertencia a Walker, e piloto de GT3 nos Estados Unidos, sendo famoso por guiar… Porsches. Rodas tinha adquirido o carro e o colocou em nome da Always Envolving.

Para além disso, surgiu hoje mais um detalhe, referente ao carro em si, um Porsche Carrera GT de cor vermelha. Rodas era o proprietário, e seria o sexto. E ele adquiriu o carro no ano passado, na Florida, a um concessionário. E o anterior dono era, nada mais nada menos, do que… Graham Rahal. Piloto da IndyCar e filho do lendário Bobby Rahal.

Segundo a Autoweek, Rahal é um ávido coleccionador de automóveis e adquiriu este modelo para seu usufruto. Andou com ele durante um ano, e a única modificação que fez foi o de mudar as jantes de prata para preto, que tinha na altura do acidente de ontem.

E em julho de 2012, Rahal contou numa entrevista ao site Teamspeed sobre o carro em si: “O Carrera GT é um carro dificil de guiar, e conduzia frequentemente. Não tenho nada que não deixe de usar. Todos os carros que tenho são muito usados. Tenho outros dois carros que tenho há mais tempo e são menos usados, mas é algo muito raro. Ele te diz que têm controle de tração, mas aquilo não te vai salvar a tua vida. Mas é por isso que gosto dele. Há uma parte de mim que se sente aliviado, mas há outra que está arrependida [de o ter vendido]. Porque era um grande carro.“, afirmou.

É um carro incrivel e de certa forma, subestimado. Espero que no futuro, as pessoas apreciem este carro e o valorizem como deve de ser. Aí, o preço vai se elevar bastante! É verdadeiramente dos poucos carros modernos que mostra ao condutor que têm de saber o que fez, daí eu o adorar!“, continuou.

Rahal acabou por trocar o carro por um Ferrari 599 GTO por uma simples razão: mudou de casa. “Tinha comprado uma casa nova e não queria algo que não custasse tanto dinheiro e fosse mais fácil de guiar no dia-a-dia. Talvez um 458 ou semelhante“.

De facto era. Pena que tenha acabado desta maneira…
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s