Noticias: Indigenas bolivianos ameaçam perturbar o Dakar

O Rali Dakar é um chamariz, sem dúvida alguma. Para o bem… e para o mal. Digo isso porque em 2014, o rali vai passar pela primeira vez por terras bolivianas, e isso poderá ser perturbado pelas reivindicações politicas e ambientais dos indigenas locais, que ameaçam usar arame farpado para impedir – ou dificultar – a passagem das motos (só serão eles a passar por lá) no sul da Bolivia.

Onde vão passar é da TCO Tolapampa, que é dos povos indígenas. Em resumo, lá estão os ovos de avestruz, a plantação de quinua e tem as vicunhas. Quando o Dakar passar, será como uma invasão. Deve haver uma consulta prévia, livre e informada, deve existir um estudo sobre o impacto ambiental”, defendeu Rafael Quispe, dirigente indígena boliviano. 
Para além disso, há mais de vinte dias que existe um estado de tensão entre os indigenas e o governo de Evo Morales, com estes a cercarem a sede do Conselho Nacional de Ayllus e Markas de Qullasuyu (Conamaq). Este bloqueio resultou numa vigília no local, com alguns índios a optar pela greve de fome.
Falando à imprensa no Palácio do Governo, o presidente Evo Morales minimizou os protestos e afirmou que é normal que existam alguns opositores ao rali, que passará pelo seu país a 13 de janeiro, depois do dia de descanso em Salta, no norte da Argentina. 
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s