Youtube Movie Presentation: A apresentação de "Rush" nos Globos de Ouro

“Rush” tinha duas nomeações para os Globos de Ouro: Melhor Filme em Drama, e Melhor Ator Secundário. Não ganhou nenhuma delas, mas a apresentação do filme, ontem à noite, ficou a cargo de Chris Hemsworth e… Niki Lauda.
Amanhã vão ser as nomeações para os Óscares. Vamos a ver se leva alguma, e se sim, quantas e em que categorias.
Anúncios

Noticias: Eddie Irvine condenado por agressão

Uma das noticias de hoje têm a ver com o ex-piloto de Formula 1 Eddie Irvine. O norte-irlandês, atualmente com 48 anos, foi condenado a seis meses de prisão devido a um incidente numa discoteca de Milão em 2008, quando agrediu Gabriele Moriatti, filho da ex-presidente da câmara Letizia Moriatti
O incidente aconteceu em maio desse ano quando Irvine – que tem fama de mulherengo – se atirou a uma ex-namorada de Moriatti na discoteca “Hollywood”, em Milão. Este não gostou e ambos partiram para a agressão. Daí que Moriatti tenha sido também condenado a seis meses de prisão. 
Contudo, o jornal “Corriere della Sera” diz que muito provavelmente, o processo prescreverá dentro de um ano e que por causa disso, as penas poderão não ser cumpridas.
Não é a primeira vez que Eddie Irvine se envolveu em agressões. Há vinte anos, na sua estreia na Formula 1, em Suzuka, envolveu-se com Ayrton Senna, o vencedor daquela corrida, devido às suas manobras temerárias. Irvine acabou por ter uma carreira que foi até 2002, passando por Jordan, Ferrari e Jaguar, acabando com 145 Grandes Prémios, quatro vitórias, 26 pódios e uma volta mais rápida. Para além disso, juntou mais 191 pontos e o vice-campeonato de 1999, ao serviço da Scuderia, após o acidente que Michael Schumacher sofreu no GP da Grã-Bretanha, que o colocou fora de serviço por seis meses. 

Noticias: "Rush" leva quatro nomeações para os BAFTA

Melhor filme britânico, melhor ator secundário, melhor som e edição. Estas são as quatro nomeações que “Rush” conseguiu esta tarde, na apresentação dos nomeados para a edição dos BAFTA, os prémios da British Academy of Film and Television Arts, que premeiam os melhores na Grã-Bretanha.
O filme, realizado por Ron Howard, retrata a temporada de 1976 da Formula 1 e o duelo entre o britânico James Hunt e o austriaco Niki Lauda, com momentos altos, como o acidente que o piloto austríaco sofreu em Nurburgring, a 1 de agosto de 1976, que deixou marcas na sua pele. Daniel Bruhl, o hispano-alemão que interpreta a personagem de Lauda, conseguiu mais uma nomeação para ator secundário, depois de o ter conseguido há umas semanas a nomeação para os Globos de Ouro.
A cerimónia de entrega dos prémios acontecerá a 16 de fevereiro.

As últimas sobre o estado de saúde de Michael Schumacher

Michael Schumacher continua a lutar pela vida no Hospital Universitário de Grenoble. Com a sua condição estável, após duas operações e em coma induzido, os médicos decidiram suspender os boletins diários, para darem hipótese ao piloto alemão para a recuperação do acidente que sofreu este domingo, na estância de ski de Meribel.
Esta quinta-feira, a familia decidiu colocar no seu site oficial uma mensagem de agradecimento a todos os que andam preocupados com o seu estado de saúde:
Mensagem da família de Michael 

Obrigado pelo vosso apoio 

Depois que Michael sofreu um acidente a fazer ski, nós gostaríamos de agradecer às pessoas um pouco por todo o mundo que expressaram sua simpatia e enviaram seus melhores desejos para a recuperação dele. Eles estão nos dando um grande apoio.

Nós todos sabemos que ele é um lutador e não vai desistir. 

Obrigado” 
Enquanto isso, a Ferrari – equipa onde Schumacher correu entre 1996 e 2006 – pediu aos seus fãs para que se vestissem de vermelho e concentrassem amanhã à porta do hospital Universitário de Grenoble para uma celebração silenciosa do seu 45º aniversário natalicio. “Nestes dias difíceis e em ocasião do seu aniversário, a Scuderia Ferrari Clubs quer demonstrar seu apoio a Michael Schumacher, organizando um evento silencioso e respeitoso com todos em vermelho amanhã no Centro Hospitalar Universitário de Grenoble”, disse a marca por meio de uma mensagem na sua página de Facebook. Para além disso, fará também um tributo na sua página oficial.

Formula 1 em Cartoons: Natal de 2004 na casa dos Schumacher…

Dei de caras com este “clássico” do “Riko”. Não é muito antigo – é só recuar nove anos no tempo – e recordar que as coisas então não eram muito diferentes do que é agora. Só que ao contrário de Michael Schumacher, o Sebastian Vettel vai ter filhos a partir do ano que vêm…
Eis a tradução: “Por favor, Michael! Ao menos no Natal deverias deixar que os teus filhos te ganhem nos videojogos…”

De facto, naquele ano, o alemão ganhou tudo.

Formula 1 em Cartoons: o novo trenó do Pai Natal (Riko Cartoon)

O Frederico Ricciardi (a.k.a Riko) decidiu também fazer uns postais de Natal, mas gosto deste em particular, pois coloca o Pai Natal (Babbo Natale em italiano) a bordo de um Ferrari 312B3 de 1974, pertencente a Niki Lauda. Com o numero 25 estampado no chassis e os provavelmente 500 cavalos… perdão, renas de potência, de certeza que iria entregar as prendas o mais rapidamente possivel.
Contudo, aparenta haver uma certa pessoa que não está muito feliz com essa troca. Pelo menos é o que vejo da atitude daquele sujeito do fundo do desenho… 

Noticias: Cruise e Pitt juntos em "Go Like Hell"?

Já se falava disso mesmo na primeira incarnação, quando Michael Mann tinha sido escolhido para realizar o filme, mas agora parece que Brad Pitt poderá contracenar ao lado de Tom Cruise na adaptação para o cinema de “Go Like Hell, o livro de A.J. Baime que fala da rivalidade entre Ford e Ferrari nos anos 60 pela vitória nas 24 Horas de Le Mans. Pelo menos é o que os sites de cinema andam a falar nos últimos três dias, que houve um convite nesse sentido por parte da produção
O filme será realizado por Joseph Kosinski – o mesmo de “Tron : Legacy” e “Oblivion” – e apesar de não se saber quando é que as filmagens começarão, já se sabe que um argumento foi escrito e mais atores estão a ser recrutados. 
Desconhece-se ainda que papeis ambos os atores poderão ter, mas conhece-se o interesse que Cruise têm pelo papel de Carrol Shelby, enquanto que entre as várias hipóteses que Pitt teria para escolher – caso aceite o convite – o favorito seria a de Ken Miles, o piloto que mais testou o GT40 até à sua quase vitória em Le Mans, em 1966, apenas dois meses antes da sua morte, durante uma sessão de testes na California.
Caso ambos os atores sejam confirmados no filme, será a primeira vez que contracenam juntos em vinte anos, depois de “Entrevista com o Vampiro“.

Endurance: Montezemolo diz que programa de LMP1 é possivel

Desde há pouco mais de um mês que se fala da possibilidade do regresso da Ferrari à Endurance, 40 anos após a sua saída, contudo, hoje, numa conversa com vários jornalistas em Maranello, Luca di Montezemolo, o presidente da Ferrari, afirma que, sobre o assunto do regresso da Scuderia a Le Mans e à Endurance, que isso poderá ser “uma questão de tempo“.
Admito que estamos a trabalhar numa espécie de inovação tecnologia do qual, em teoria, poderemos usar numa categoria como Le Mans” começou por afirmar, em declarações captadas pela Autosport britânica. “Desde há algumas semanas a esta parte que começo a pensar na possibilidade de, caso as regras sigam na direção certa, provavelmente mais cedo ou mais tarde poderemos estar em Le Mans com o objetivo de vencer“, continuou.
Para o patrão da Ferrari, o teto orçamental na Formula 1, previsto para entrar em vigor em 2015 poderá ser um bom pretexto para a Scuderia voltar à Endurance: “Como não posso dizer a cem pessoas para irem embora e procurarem emprego noutro lado, creio que a Endurance seria um boa alternativa, e poderia empregá-los nessa direção“, concluiu.
Contudo, Montezemolo diz que tal programa de Endurance não seria possível antes de 2016.

Noticias: Montezemolo está cético em relação aos pontos a dobrar na última corrida

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, manifestou hoje à imprensa especializada que não é muito a favor da nova regra dos pontos a dobrar na última corrida, mas entende que deseja vê-lo na prática para tomar uma decisão formada sobre tal. “Houve essa decisão para dar um monte de pontos na última corrida, mas não estou muito entusiasmado com isso. Parece muito artificial. Veremos“, afirmou o dirigente italiano, num almoço que teve com a imprensa especializada.
Ali, Montezemolo revelou irá convocar os chefes das várias equipas a Maranello, no próximo mês, para discutir os vários aspectos da Formula 1 atual. “Tenho a intenção de convidar [todas as equipas] a Maranello, não para discutir um ponto da agenda em particular, mas para falar em geral da Formula 1 atual. Creio que é altura de conversamos com calma, fora do atual ambiente tenso do fim de semana das corridas – onde está mais preocupado com os carros, os patrocinadores, os media, o público em geral – para falarmos uns com os outros e olhar para tudo.” comentou.
Gostaria que estas conversas fossem vistas de uma forma muito construtiva, apenas discutindo sobre a natureza da Formula 1 e os problemas que ela atravessa. E não pretendo colocar ninguém de lado, nem obrigar outros [a fazerem acordos] debaixo da mesa. Quero que tudo seja aberto“, continuou.
Regressando ao tema dos pontos a dobrar, Montezemolo continuou: “Pessoalmente, tenho minhas dúvidas. A melhor maneira de discutir e descobrir pode ser fazer um teste de um ano e depois ver. Agora é muito cedo para dizer. Também não quero dar a impressão de que as equipes disseram sim para isso e, agora, nós vamos dizer que não. Apenas tenho dúvidas. Disse isso para [Jean] Todt e a Bernie [Ecclestone] em particular.
E questionado sobre a razão porque não usou o poder de veto que aparentemente a Scuderia têm no mais recente Acordo da Concórdia, justificou: “Acho que o direito de veto da Ferrari tem que ser usado em algo necessário, que seja mais importante e profundo para a Formula 1. Mas eu não ficaria surpreso se essa decisão, no futuro, for alterada, assim como a Formula 1 mudou por diversas vezes o formato de classificação, para dar um exemplo.“, concluiu. 

Noticias: Rush leva duas nomeações para os Globos de Ouro

Já se sabia que “Rush” era um sucesso de critica e de público, mas agora é que surgem as nomeações e os prémios. E o filme de Ron Howard começa a compensar: duas nomeações para os Globos de Ouro, a antecâmara dos Oscares. E logo em categorias importantes: Melhor Filme e Melhor Ator Secundário, para o alemão (mas de origem catalã) Daniel Bruhl, pelo seu papel de Niki Lauda. E está não é a primeira nomeação: Bruhl já foi nomeado para o mesmo lugar no Screen Actors Guild Awards.
As nomeações para o Globos de Ouro são normalmente uma antecâmara para os Oscares, e apesar de haver uma divisão entre os filmes de Drama e de Comédia ou Musical, o filme que retrata a temporada de 1976 poderá ter uma boa hipótese de conseguir uma nomeação na categoria mais importante.
Aqui não se costuma dar prémios nas categorias técnicas, mas existe uma forte hipótese nesse sentido nos Prémios da Academia – vulgo Óscares – principalmente nas categorias de edição, som e efeitos especiais. Veremos.