Youtube Rally Testing: os Ford a preparar-se para Monte Carlo

Já não falta muito para o começo do Mundial de Ralis, e as equipas preparam com afinco para o Rali de Monte Carlo. E agora, coloco os Ford Fiesta WRC da M-Sport a fazerem os seus testes, neste caso em particular, com o regressado Mikko Hirvonen ao volante, mas há videos com Elfyn Evans a bordo, por exemplo.
Este ano, com quatro equipas a bordo, vai ser bem interessante ver até que ponto os coreanos da Hyundai irão alterar a ordem das coisas. Não espero muito já em Monte Carlo, mas no ano passado falei a mesma coisa em relação à Volkswagen e deu no que deu…
Anúncios

ERC: Kubica "voa" no Jannerallye e vence a prova

Na sua primeira saída no Europeu de ralis, e na estreia do Ford Fiesta R5, o polaco Robert Kubica conseguiu superar o gelo e a neve do austriaco Jannerallye e consagrou-se o vencedor, batendo o checo Vaclav Pech por 19,9 segundos, após uma última classificativa de respeito.
O segundo – e último – dia deste rali foi marcado pelo duelo entre Kubica e Pech, que conseguiu apanhá-lo na classificativa inicial deste dia, passando depois a ser um duelo entre os dois, que à entrada da última classificativa, com cerca de 25 quilómetros de extensão, tinha uma diferença de 11,8 segundos a favor do piloto checo, com um Skoda Fabia S2000. Contudo, o polaco superou o nevoeiro na segunda passagem por Bad Zell, vencendo a classificativa com 23 segundos de vantagem sobre o local Raimund Baumschlager, e 31,7 segundos sobre Pech, que apenas fez o quinto melhor tempo. 
Baumschlager acabou no lugar mais baixo do pódio, a um minuto e 39 segundos do vencedor.
O Europeu de ralis continua a 31 de janeiro com o Rally Lieplaja, na Letónia.

Rumor do dia: Vodafone vai apoiar a Ford em 2014?

Não é oficial, mas é oficioso: a Vodafone será o patrocinador da Ford em 2014, em substituição do governo do Qatar. A primeira indicação nesse sentido foi quando se soube que o qatari Nasser Al-Attiyah não fazia parte do alinhamento, quando a M-Sport anunciou há umas semanas o seu alinhamento para a temporada de 2014, que terá Mikko Hirvonen de volta, acompanhado pelo polaco Robert Kubica e pelo galês Elfyn Evans. Agora, esta sexta-feira, surgiu esta noticia, reproduzida em vários sitios desportivos, entre eles a Autosport portuguesa.
Segundo se consta, a Vodafone, depois de ter apoiado nos últimos dez anos a Formula 1 (Ferrari e depois McLaren), decidiu sair da competição no final deste ano depois dos elevados investimentos nos últimos tempos e da cada vez mais diminuta comparticipação. Contudo, não quer sair totalmente de cena e vê os ralis como uma ótima alternativa, pois não precisa de investir tanto e o retorno pode ser tão elevado quanto a Formula 1, dado que a esmagadora maioria das competições acontece na Europa. E também poderá servir como uma excelente almofada para a M-Sport, que está a investir nos Ford Fiesta WRC e está também a construir os modelos R5 – foi o primeiro a ser homologado pela FIA – esperando quem em 2014 possa lutar pela vitória ao lado da Citroen, Volkswagen e agora, Hyundai.
Veremos se nos próximos dias, esta parceria pode ser confirmada, pois falta meno de um mês para o inicio do campeonato.  

Noticias: Cruise e Pitt juntos em "Go Like Hell"?

Já se falava disso mesmo na primeira incarnação, quando Michael Mann tinha sido escolhido para realizar o filme, mas agora parece que Brad Pitt poderá contracenar ao lado de Tom Cruise na adaptação para o cinema de “Go Like Hell, o livro de A.J. Baime que fala da rivalidade entre Ford e Ferrari nos anos 60 pela vitória nas 24 Horas de Le Mans. Pelo menos é o que os sites de cinema andam a falar nos últimos três dias, que houve um convite nesse sentido por parte da produção
O filme será realizado por Joseph Kosinski – o mesmo de “Tron : Legacy” e “Oblivion” – e apesar de não se saber quando é que as filmagens começarão, já se sabe que um argumento foi escrito e mais atores estão a ser recrutados. 
Desconhece-se ainda que papeis ambos os atores poderão ter, mas conhece-se o interesse que Cruise têm pelo papel de Carrol Shelby, enquanto que entre as várias hipóteses que Pitt teria para escolher – caso aceite o convite – o favorito seria a de Ken Miles, o piloto que mais testou o GT40 até à sua quase vitória em Le Mans, em 1966, apenas dois meses antes da sua morte, durante uma sessão de testes na California.
Caso ambos os atores sejam confirmados no filme, será a primeira vez que contracenam juntos em vinte anos, depois de “Entrevista com o Vampiro“.

As intenções e receios de Martin Prokop

O checo Martin Prokop é o piloto privado que vai a mais ralis em todo o mundial WRC. Aos 31 anos e depois de ter feito 84 ralis na classe principal, com dois nonos lugares no Mundial de 2012 e 2013, encontra-se agora numa encruzilhada na temporada de 2014. A juntar dinheiro para fazer a próxima temporada com um Ford Fiesta WRC, o checo revelou à Autosport portuguesa que não sabe qual vai ser o orçamento e que vai ou não participar no Rali de Monte Carlo, que vai começar no final do próximo mês.

Se falhar Monte Carlo significa que está tudo terminado! Quero continuar no Mundial de Ralis. É sempre esse o meu desejo no final de cada temporada e quero estar à partida de Monte Carlo porque se não o fizer, significa que tudo está terminado. Espero estar lá e fazer o maior número de provas possíveis. Gostaria de ir à Austrália e fazer toda a temporada. Mas, nesta altura, a única coisa que posso dizer é que estou um pouco ‘nervoso’ porque ainda não sei qual será o nosso orçamento para a próxima época”. continuou o piloto checo.
Contudo, tudo indica que Prokop irá estar à partida da sua 11ª temporada no Mundial de Ralis, e apesar do piloto checo ainda não ter garantias totais de que poderá defender o seu ‘título’ entre as equipas privadas, está confiante de que tudo estará certo para a partida. Mas caso tenha de recorrer a um “plano B”…

Se isso acontecer vou ajudar o meu pai na sua empresa. Isso acabará por acontecer um dia e, para já, só posso ficar satisfeito por todos os anos que passei nos ralis. Vamos ver por quantos mais anos me conseguirei aguentar…”, concluiu.

WRC: Ford anuncia Hirvonen, Kubica e Evans para 2014

A cerca de um mês do começo do campeonato do mundo de ralis, em Monte Carlo, a Ford anunciou por fim o seu alinhamento para a próxima temporada. De uma forma surpreendente, não confirmou o russo Evgueny Novikov, mas em contraste acolheu o regressado Mikko Hirvonen, que terá a companhia do polaco Robert Kubica e o galês Elfyn Evans. Pode-se dizer que esses três nomes são mais do que uma confirmação, porque já se ouvia desde há várias semanas, nos rumores que corriam sobre o alinhamento das equipas do WRc para a temporada de 2014.

Estou muito feliz que Robert vai disputar a temporada toda conosco“, começou por dizer Malcolm Wilson, chefe da M-Sport. “Desde que ele surgiu no WRC no início do ano, temos tido muito interesse em tê-lo conosco e acho que podemos esperar grandes coisas dele em 2014. Ele tem o desejo e a fome de vencer que não se vê muito em outros pilotos e eu realmente acredito que poderemos dar a ele as condições necessárias para ser competitivo e alcançar seus objetivos no rali“, completou.
Kubica fez este ano uma temporada inteira na categoria WRC2 a bordo de um Citroen DS3. Acabou por vencer o campeonato dessa categoria, com cinco vitórias, e pelo meio conseguiu 18 pontos no Mundial WRC, como o seu melhor resultado um quinto posto no rali da Alemanha.

Quanto a Hirvonen, é um regresso à equipa que lhe deu a mão em 2006, depois de ter começado a carreira em 2004 na Subaru, como terceiro piloto. Vice-campeão do mundo por quatro vezes (2008-09, 2011-12) foi para a Citroen em 2011 para ser o piloto secundário de Sebastien Löeb. Contudo, em 2013, já sem o piloto francês, não conseguiu vencer qualquer rali e terminou a temporada no quarto lugar, superado pelos pilotos da Volkswagen, Sebastien Ogier e Jari-Matti Latvala, e o belga Thierry Neuville, da Ford.

Já Elfyn Evans é uma esperança no mundo dos ralis. Aos 24 anos e filho de Gvyndaf Evans, começou a ter uma carreira no Grupo N, em 2007, antes de ser o campeão junior britânico de ralis. Em 2012, foi o campeão da FIA Academy, ao volante de um Ford Fiesta R2, para no ano seguinte participar no WRC2, onde venceu uma etapa e conseguir dois sextos lugares, um deles a bordo de um Fiesta WRC, no Rali de Itália.

No 29º aniversário de Robert Kubica…

Na altura em que comemora o seu 29º aniversário, Robert Kubica é um nome em destaque. Depois de receber o troféu de “Personalidade do Ano” por parte da FIA, superado personalidades como Sebastian Vettel, Sebastien Ogier, Tom Kristensen, Yvan Muller ou Christian Horner, entre outros, o nome do piloto polaco, que ganhou uma segunda carreira nos ralis após o acidente no Rali Ronda di Andora, em fevereiro de 2011, tornou-se numa peça no xadrez do WRC, depois de o belga Thierry Neuville ter aceite o convite de guiar pela Hyundai, ao lado de Juho Hanninen, Bryan Bouffier e – provavemente – Dani Sordo
Segundo se conta por aí, a Citroen e a Ford, através da M-Sport, fizeram convites da Kubica no sentido de correr para eles em 2014, embora que no caso da marca francesa – que só vai anunciar o seu “lineup” a 16 de dezembro em Paris – para além do WRC, poderá haver a hipótese de correr em “part-time” no WTCC, ao lado de Sebastien Löeb, Yvan Muller e José Maria Lopez.
No caso da marca inglesa, sabe-se que desde há algumas semanas que a M-Sport está a construir um Fiesta WRC adaptado às necessidades do piloto polaco, bem como existe também a hipótese de ele participar na aventura do Bentley Continental na GT3, já que o carro neste momento está a ser construído e desenvolvido nas instalações da M-Sport.
Em ambos os casos, pode-se dizer que Kubica é um piloto a ter em conta, dado que não há muitas alternativas. Pouco se sabe sobre o que a Citroen quer fazer no WRC, correndo até o rumor que este poderá ser o último ano da marca nos ralis, já que poderão se concentrar nos Turismos, batalhando contra Lada, Honda e Chevrolet. Contudo, o patrocinio da Abu Dhabi é válido até ao final de 2015, o que poderá fazer com que fiquem por mais tempo. Fala-se até que Mikko Hirvonen poderá não ficar e regressar à Ford, o que deixaria a equipa sem referências. No caso da Ford, claro, caso o finlandês volte, a marca poderá ficar com Mads Ostberg e o russo Evgueny Novikov como pilotos, mas poderá haver mais novidades.
Em suma: a um mês e pouco do inicio do mundial, muita coisa permance por resolver. Os próximos dias responderão às duvidas presentes. 

As opções de Robert Kubica

Robert Kubica pode não ter terminado da melhor forma a sua temporada nos Ralis, com os dois despistes que teve no Rali de Gales, mas ele está e alta no pelotão do mundial. A sua capacidade de correr, aliado aos resultados que conseguiu na categoria WRC2, onde venceu quatro provas e acabou como campeão do mundo, fez com que Citroen e Ford estejam interessados nos seus serviços na temporada de 2014.
Segundo a Autohebdo.fr, a Ford poderá estar a tentar o polaco de 28 anos com uma oferta para correr um Fiesta WRC na próxima temporada, tendo até já começado a modificar um carro para ele, no sentido de o oferecer para correr. Contudo, a Citroen ainda não desistiu dele e planeia fazer o mesmo, já que existe a possibilidade de Mikko Hirvonen ir para a Hyundai, para correr ao lado do belga Thierry Neuville.
Contudo, uma outra possibilidade está em cima da mesa, que é correr na Endurance, ao volante de um Bentley Continental GT3, cuja preparação e desenvolvimento está a ser feita… na M-Sport. Não se saber se será mais tentador do que o WTCC, categoria no qual a marca francesa irá se estrear na próxima temporada, com Sebastien Löeb, Yvan Muller e o espanhol Pepe Oriola como pilotos oficiais.
Quaisquer que sejam os resultados, Kubica é um piloto cobiçado por muitos.

As opções de Robert Kubica

Robert Kubica pode não ter terminado da melhor forma a sua temporada nos Ralis, com os dois despistes que teve no Rali de Gales, mas ele está e alta no pelotão do mundial. A sua capacidade de correr, aliado aos resultados que conseguiu na categoria WRC2, onde venceu quatro provas e acabou como campeão do mundo, fez com que Citroen e Ford estejam interessados nos seus serviços na temporada de 2014.
Segundo a Autohebdo.fr, a Ford poderá estar a tentar o polaco de 28 anos com uma oferta para correr um Fiesta WRC na próxima temporada, tendo até já começado a modificar um carro para ele, no sentido de o oferecer para correr. Contudo, a Citroen ainda não desistiu dele e planeia fazer o mesmo, já que existe a possibilidade de Mikko Hirvonen ir para a Hyundai, para correr ao lado do belga Thierry Neuville.
Contudo, uma outra possibilidade está em cima da mesa, que é correr na Endurance, ao volante de um Bentley Continental GT3, cuja preparação e desenvolvimento está a ser feita… na M-Sport. Não se saber se será mais tentador do que o WTCC, categoria no qual a marca francesa irá se estrear na próxima temporada, com Sebastien Löeb, Yvan Muller e o espanhol Pepe Oriola como pilotos oficiais.
Quaisquer que sejam os resultados, Kubica é um piloto cobiçado por muitos.